Volte Sempre!

Volte Sempre!

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Nepal- Muita desgraça e sofrimento - Reflexão

todos os dias, tudo novo



Neste último final de semana o mundo voltou seus olhos para um pequeno país que fica entre outros dois grandes países – o Nepal. Conhecido por ter em seu território a maior montanha do mundo – o monte Everest – e conhecido também por abrigar muitos patrimônios históricos, o Nepal é um país pobre que dificilmente aparece nos noticiários. Este país sofreu um grande terremoto e chama a atenção do mundo inteiro com tamanha desgraça e sofrimento.

Vi alguns vídeos e li algumas matérias e não tive como me entristecer com tamanho sofrimento e calamidade daquele povo. Queridos irmãos, precisamos orar por aquele povo!
Mesmo sabendo da necessidade de oração, não quero me ater a isso neste momento, mas quero me ater aos comentários que normalmente encontramos abaixo das reportagens sobre catástrofes.

Muitos despejam baboseiras incontáveis de vários tipos, mas penso que normalmente os piores são aqueles que se dizem “evangélicos”. Apressadamente muitos fizeram comentários desafiando os deuses adorados pelo povo do Nepal, dizendo que se fossem verdadeiros, uma coisa como esta não aconteceria.

todos os dias, tudo novo

Que absurdo!!! É claro que eu entendo que os deuses adorados lá não são reais, mas nunca me atreveria, numa hora desta, achar um culpado ou achar uma justificativa para a tragédia.
Quem disse que coisas ruins não acontecem ao povo de Deus? Onde está escrito que essas coisas só acontecem com pagãos? Esquecerem de ler os últimos acontecimentos dos evangelhos que mostram um justo sofrendo?

Essa situação me faz lembrar especificamente do capítulo 5 do livro de Jó, onde Elifaz por meio de seu “conselho” faz acusações falas e sérias a respeito do conhecimento teológico de Jó e sua postura perante aquela situação terrível.

Isso aconteceu com Jó, acontece com o terremoto no Nepal e acontece em nossas vidas com frequência quando vemos o sofrimento de alguém e em nossa cabeça em milésimos de segundos achamos culpados para o sofrimento ou tentamos achar uma justificativa para aquilo ter acontecido.

Precisamos aprender a refletir, orar e agir com compaixão antes de falar sobre o sofrimento e catástrofes alheios. Precisamos entender nossa limitação perante a soberania inescrutável de Deus. Precisamos aprender a ficar quietos!

Daniel Silva

fonte: http://ieci.org.br

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...